f Orlato planeja enxugar os projetos extras nas escolas - Atividades Escolares / Juntos pela Educação Juntos pela Educação 3CE97F5D2239A2AF6BFF8F076536A584 Orlato planeja enxugar os projetos extras nas escolas - Atividades Escolares / Juntos pela Educação

Encontre aqui o que você procura

sábado, 8 de dezembro de 2012

# NOTÍCIAS

Orlato planeja enxugar os projetos extras nas escolas

Orlato planeja enxugar os projetos extras nas escolas



Em entrevista ao jornal JJ, o novo secretário de Educação e vice-prefeito eleito, Durval Orlato (PT), diz que uma de suas preucupações é enxugar as atividades extracurriculares de crianças acima de 5 anos e focar na alfabetização
Um ponto importante é que o novo secretário, pretende criar canais de comunicação direta com o professorado. "A maior reivindicação do setor é que não há diálogo. Precisamos ouvir mais os professores, afinal, são eles que estão na sala de aula", afirma. Fator importantente, pois até hoje nunca fomos sequer comunicados ou pedido sugestões a respeito de projetos e estatutos.
Outro fato interessante na entrevista, é que o Secretário já assumiu alguns compromissos com os docentes . Cumprir a lei federal que exige que o professor tenha 10 horas extras por semana para atividades extraclasses, além disso, pretende resgatar a remuneração por títulos de especialidade, esquecida na última revisão do Plano de Cargos e Salários e remuneração do professor municipalizado do Estado. Esperamos que nessa remuneração por títulos esteja incluso também o NU dos professores que possuem licenciatura que não seja pedagogia e foi esquecido pelo governo que perdeu as eleições.
Ainda em sua entrevista, Orlato tem preucupação com os alunos e sabe que não há muito o que mudar, visto que o orçamento deste ano é de R$ 313 milhões e não pode sofrer mudanças drásticas e que tem somente 10% para investimentos.

Uma das maiores preocupações de Orlato é a infraestrutura das escolas, a crônica falta de vagas em creches - que poderão ser ampliadas com convênios com instituições privadas além de rever, como no caso da merenda. "Há falta de sincronia na entrega da merenda. Temos que continuar a fornecer nossa merenda, sem terceirização, mas de maneira adequada e com qualidade."

O petista também se preocupa com a entrega de uniformes escolares logo no começo do ano.. "Vamos cumprir o projeto pedagógico e focar na alfabetização. Para isso, as crianças têm de estar na sala de aula e não fora dela."
Durval, contamos com você, O Sr tem o apoio de 90% dos professores.

Postar um comentário

network