. 7 mil alunos terão educação integral - Atividades Escolares / Juntos pela Educação Juntos pela Educação 3CE97F5D2239A2AF6BFF8F076536A584 7 mil alunos terão educação integral - Atividades Escolares / Juntos pela Educação

Encontre aqui o que você procura

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

# NOTÍCIAS

7 mil alunos terão educação integral

Cerca de 7 mil alunos matriculados em 23 escolas públicas do Distrito Federal terão uma nova rotina. A partir de 4 de março, eles receberão 10 horas de atendimento contínuo, que incluem aulas do ensino regular e atividades complementares, além de transporte e quatro refeições por dia - café da manhã, lanche, almoço e jantar.

 

O novo projeto-piloto, denominado Escola Integral em Tempo Integral, foi lançado nesta segunda-feira, pelo governador Agnelo Queiroz, acompanhado da primeira-dama, Ilza Queiroz, na Escola Classe 1 do Condomínio Porto Rico, em Santa Maria.

"Nós queremos o desenvolvimento completo dos nossos estudantes com a ampliação do acesso a atividades esportivas, culturais, alimentação adequada, acompanhamento pedagógico, reforço escolar e todas as condições necessárias para uma educação de qualidade. Para esta unidade de Santa Maria, também vamos providenciar a cobertura metálica da quadra poliesportiva," afirmou o governador Agnelo Queiroz.

No total, 587 professores vão atuar nos polos onde funcionará a nova modalidade de ensino. Durante o evento, o governador também anunciou a aquisição de 10 mil kits de xadrez para o projeto Xadrez nas Escolas, que começará pelas 23 unidades de tempo integral, localizadas em Santa Maria, Planaltina, Sobradinho, Plano Piloto/Cruzeiro, Núcleo Bandeirante/Candangolândia, Samambaia, Taguatinga, Brazlândia e Ceilândia. "Esse jogo contribui para o desenvolvimento intelectual das crianças em todas as disciplinas. Por isso, vamos levá-lo para todas as escolas da rede", garantiu.

Até 2014, o projeto será estendido a outras cidades do DF. "Estamos trabalhando para que mais crianças sejam contempladas com a Educação Integral em Tempo Integral. Até o próximo ano, mais 39 escolas devem ser beneficiadas" , ressaltou o secretário de Educação, Denilson Bento da Costa.

Função social - Para o administrador Regional de Santa Maria, Neviton Pereira, a escola do Condomínio Porto Rico trará uma importante ajuda para a comunidade carente do local. "Agora, as mães desses estudantes podem trabalhar para aumentar a renda e, além disso, as crianças ficarão seguras, bem alimentadas e com melhor desempenho educacional", garantiu.

Na unidade, estão matriculados cerca de 400 alunos do 1º ao 5º ano. A vice-diretora da escola, Janerita Santos de Andrade, avalia que, com a ampliação do atendimento, os alunos terão melhor aproveitamento escolar. "Temos um índice considerável de evasão e reprovação. O ensino integral vai fortalecer o acompanhamento pedagógico dessas crianças e oferecer desenvolvimento saudável", enfatizou.

Leidinalva da Conceição, 29 anos, tem três filhos matriculados na Escola Classe 1 e já planeja incrementar o orçamento familiar. "Não trabalhava porque não tinha com quem deixar meus filhos. Agora, que eles passarão o dia na escola sendo bem alimentados e com acompanhamento adequado, vou procurar serviço e aumentar a renda", comemorou.

"Eu quero aprender xadrez e participar de todas as atividades. Vai ser legal passar o dia na escola com as minhas amigas, fazendo passeios e conhecendo coisas novas", completou a estudante do 4º ano Kamilly, de 8 anos, filha de Leidinalva.

Novo modelo – O projeto de educação integral amplia de 7 horas para 10 horas a permanência das crianças na escola, que atenderá das 7h30 às 17h30. No primeiro turno, os alunos terão café da manhã e lanche na hora do intervalo. Os professores também ministrarão as aulas que fazem parte da grade de disciplinas normais do ensino regular. Após almoçarem, as crianças participarão de projetos pedagógicos complementares. A lista prevê atividades de teatro, cinema, artes marciais, ciências, artes plásticas, psicomotricidade (exercícios que ajudam a desenvolver a coordenação motora), acompanhamento no centro olímpico da respectiva cid ade e passeios culturais. Os alunos ainda farão visitas ao Zoológico, parques ecológicos e exposições culturais.

Outro benefício será a assistência à saúde, com atualização do cartão de vacina, visita de dentistas e palestras sobre higienização com profissionais da área. Essa ação será desenvolvida em parceria com a Secretaria de Saúde.

Esse novo modelo de educação integral se diferencia do projeto que já em vigor em 272 escolas. "Agora, todos os alunos que estudam nessas 23 escolas serão atendidos durante a semana inteira, ao contrário do anterior, que funciona apenas em alguns dias da semana para parte dos matriculados", explica o coordenador da Educação Integral da Secretaria de Educação, Jeovany Machado.

Xadrez – O projeto Xadrez nas Escolas será ampliado, gradativamente, para as outras 630 unidades de ensino do DF. "A prática do xadrez contribui para o desenvolvimento de raciocínio mais rápido. Logo, melhora o desempenho escolar em todas as disciplinas", avalia o coordenador do projeto, Solon Pereira. Segundo ele, 50 professores já foram capacitados nessa área, por meio de parceria com a Federação Brasiliense de Xadrez. Os profissionais, agora, serão multiplicadores do conhecimento para que outros docentes ministrem as aulas da modalidade.

O evento também contou com a presença do secretário-geral da Federação de Xadrez, Yuri Ghenov; e do coordenador da Regional de Ensino de Santa Maria, Sebastião Milhomens Bastos; entre outras autoridades.

Outras medidas – Para melhorar a educação, o governo construirá 111 creches, que também seguirão o modelo de tempo integral. Além disso, neste ano, foram contratados 1.688 professores efetivos e mais 3 mil temporários para evitar falta de professores nas escolas.

Fonte:Portal
O novo projeto-piloto, denominado Escola Integral em Tempo Integral, foi lançado nesta segunda-feira, pelo governador Agnelo Queiroz, acompanhado da primeira-dama, Ilza Queiroz, na Escola Classe 1 do Condomínio Porto Rico, em Santa Maria.

"Nós queremos o desenvolvimento completo dos nossos estudantes com a ampliação do acesso a atividades esportivas, culturais, alimentação adequada, acompanhamento pedagógico, reforço escolar e todas as condições necessárias para uma educação de qualidade. Para esta unidade de Santa Maria, também vamos providenciar a cobertura metálica da quadra poliesportiva," afirmou o governador Agnelo Queiroz.

No total, 587 professores vão atuar nos polos onde funcionará a nova modalidade de ensino. Durante o evento, o governador também anunciou a aquisição de 10 mil kits de xadrez para o projeto Xadrez nas Escolas, que começará pelas 23 unidades de tempo integral, localizadas em Santa Maria, Planaltina, Sobradinho, Plano Piloto/Cruzeiro, Núcleo Bandeirante/Candangolândia, Samambaia, Taguatinga, Brazlândia e Ceilândia. "Esse jogo contribui para o desenvolvimento intelectual das crianças em todas as disciplinas. Por isso, vamos levá-lo para todas as escolas da rede", garantiu.

Até 2014, o projeto será estendido a outras cidades do DF. "Estamos trabalhando para que mais crianças sejam contempladas com a Educação Integral em Tempo Integral. Até o próximo ano, mais 39 escolas devem ser beneficiadas" , ressaltou o secretário de Educação, Denilson Bento da Costa.

Função social - Para o administrador Regional de Santa Maria, Neviton Pereira, a escola do Condomínio Porto Rico trará uma importante ajuda para a comunidade carente do local. "Agora, as mães desses estudantes podem trabalhar para aumentar a renda e, além disso, as crianças ficarão seguras, bem alimentadas e com melhor desempenho educacional", garantiu.

Na unidade, estão matriculados cerca de 400 alunos do 1º ao 5º ano. A vice-diretora da escola, Janerita Santos de Andrade, avalia que, com a ampliação do atendimento, os alunos terão melhor aproveitamento escolar. "Temos um índice considerável de evasão e reprovação. O ensino integral vai fortalecer o acompanhamento pedagógico dessas crianças e oferecer desenvolvimento saudável", enfatizou.

Leidinalva da Conceição, 29 anos, tem três filhos matriculados na Escola Classe 1 e já planeja incrementar o orçamento familiar. "Não trabalhava porque não tinha com quem deixar meus filhos. Agora, que eles passarão o dia na escola sendo bem alimentados e com acompanhamento adequado, vou procurar serviço e aumentar a renda", comemorou.

"Eu quero aprender xadrez e participar de todas as atividades. Vai ser legal passar o dia na escola com as minhas amigas, fazendo passeios e conhecendo coisas novas", completou a estudante do 4º ano Kamilly, de 8 anos, filha de Leidinalva.

Novo modelo – O projeto de educação integral amplia de 7 horas para 10 horas a permanência das crianças na escola, que atenderá das 7h30 às 17h30. No primeiro turno, os alunos terão café da manhã e lanche na hora do intervalo. Os professores também ministrarão as aulas que fazem parte da grade de disciplinas normais do ensino regular. Após almoçarem, as crianças participarão de projetos pedagógicos complementares. A lista prevê atividades de teatro, cinema, artes marciais, ciências, artes plásticas, psicomotricidade (exercícios que ajudam a desenvolver a coordenação motora), acompanhamento no centro olímpico da respectiva cid ade e passeios culturais. Os alunos ainda farão visitas ao Zoológico, parques ecológicos e exposições culturais.

Outro benefício será a assistência à saúde, com atualização do cartão de vacina, visita de dentistas e palestras sobre higienização com profissionais da área. Essa ação será desenvolvida em parceria com a Secretaria de Saúde.

Esse novo modelo de educação integral se diferencia do projeto que já em vigor em 272 escolas. "Agora, todos os alunos que estudam nessas 23 escolas serão atendidos durante a semana inteira, ao contrário do anterior, que funciona apenas em alguns dias da semana para parte dos matriculados", explica o coordenador da Educação Integral da Secretaria de Educação, Jeovany Machado.

Xadrez – O projeto Xadrez nas Escolas será ampliado, gradativamente, para as outras 630 unidades de ensino do DF. "A prática do xadrez contribui para o desenvolvimento de raciocínio mais rápido. Logo, melhora o desempenho escolar em todas as disciplinas", avalia o coordenador do projeto, Solon Pereira. Segundo ele, 50 professores já foram capacitados nessa área, por meio de parceria com a Federação Brasiliense de Xadrez. Os profissionais, agora, serão multiplicadores do conhecimento para que outros docentes ministrem as aulas da modalidade.

O evento também contou com a presença do secretário-geral da Federação de Xadrez, Yuri Ghenov; e do coordenador da Regional de Ensino de Santa Maria, Sebastião Milhomens Bastos; entre outras autoridades.

Outras medidas – Para melhorar a educação, o governo construirá 111 creches, que também seguirão o modelo de tempo integral. Além disso, neste ano, foram contratados 1.688 professores efetivos e mais 3 mil temporários para evitar falta de professores nas escolas.


Fonte:http://www.vermelho.org.br/

 

Postar um comentário

network