. MEC troca comando das secretarias de ensino superior e alfabetização - Atividades Escolares / Juntos pela Educação Juntos pela Educação 3CE97F5D2239A2AF6BFF8F076536A584 MEC troca comando das secretarias de ensino superior e alfabetização - Atividades Escolares / Juntos pela Educação

Encontre aqui o que você procura

segunda-feira, 4 de março de 2013

# NOTÍCIAS

MEC troca comando das secretarias de ensino superior e alfabetização

 Novo secretário de ensino superior, Paulo Speller terá tarefa de fiscalizar cursos de baixa qualidade



Novo secretário de ensino superior, Paulo Speller terá tarefa de fiscalizar cursos de baixa qualidade

O MEC (Ministério da Educação) anunciou nesta quinta-feira (28) a mudança no comando de duas de suas secretarias internas. Na Sesu (Secretaria de Educação Superior) sai Amaro Lins e entra Paulo Speller, reitor da Unilab (Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira).
Já na Secadi (Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão) assume Macaé Evaristo, que atuava como diretora de políticas de educação do campo, indígena e relações raciais no próprio ministério. Ela entra no lugar de Cláudia Dutra.
A mudança ocorre num momento em que a atuação das duas secretarias ganha peso. Ao lado de outros órgãos do ministério, a Secadi será responsável por avaliar e prestar auxílio técnico a Estados e municípios na implantação do Pnaic (Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa), que prevê a alfabetização dos alunos da rede pública até os oito anos de idade.
A Sesu, por sua vez, atua na fiscalização de faculdades públicas e privadas, e segundo o ministro Aloizio Mercadante deverá ter "tolerância zero" com cursos superiores de baixa qualidade. O MEC deve ainda promover uma reorganização dos cursos de direito do país, em parceria com a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), diante do grande número de bacharéis reprovados no exame de ordem.

Perfis

Graduada em serviço social pela PUC-MG (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais), Macaé Evaristo é mestre em educação pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Professora efetiva da rede municipal de ensino de Belo Horizonte desde 1984, ela atuou também como professora formadora e coordenadora do programa de implantação de escolas indígenas de Minas, no período de 1997 a 2004.
Desde 2005 na Secretaria de Educação de Belo Horizonte, Macaé foi gerente de articulação da política educacional, secretária-adjunta e secretária de educação no período de 2009 a 2012. Nesses cargos, deu prioridade à ampliação da educação infantil, à melhoria da qualidade da educação e à educação integral, aliada à política de promoção da igualdade racial.
Paulo Speller tem graduação e mestrado em psicologia pelas universidades Veracruzana e Nacional Autônoma de México, respectivamente. É doutor em ciência política pela Universidade de Essex, do Reino Unido. De 2008 a 2010, presidiu a comissão de implantação da Unilab, instituição vinculada ao MEC, e agosto de 2010 assumiu a reitoria da instituição.
Speller tem experiência na área de educação e ciência política, com ênfase em estado e governo, com atuação principalmente em políticas públicas, política educacional, currículo e fundamentos da educação. Exerce ainda o cargo de conselheiro da Unesco (Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura) e integra o CDES (Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social) da Presidência da República. Ele também exerceu mandato, de 2008 a 2012, na Câmara de Educação Superior do CNE (Conselho Nacional de Educação). Foi presidente dessa câmara de 2010 a 2012.
Os novos secretários tomam posse assim que tiverem os nomes publicados no D.O.U. (Diário Oficial da União).



Fonte:UOL Educação
Postar um comentário

network